A Criatividade em uma Escultura

A Criatividade em uma Escultura
UTILIZAR O CORPO PARA PASSAR UMA MENSAGEM


Com esta dinâmica se quer exercer o respeito e a proximidade com corpo de outra pessoa. Somos moldados por Deus, como fala Isaias 64,7: “Nós somos o barro e tu és nosso oleiro; todos nós somos obra de tuas mãos”. Contemplar a beleza da criação de Deus em cada participante. Lembrar que cada um precisa deixar-se moldar por Deus. Ele e o oleiro por excelência. É bom entender que os outros, também nos moldam, fazendo acontecer a fraternidade, a escuta, o diálogo, a paz….

Podemos trabalhar um conteúdo, construindo esculturas de personagens bíblicos como por exemplo, São João Batista.

Vejamos como proceder com a dinâmica:

1. Separar os participantes em duplas, que pode ser por escolha.
2. Ver quem vai fazer o papel de escultor e escultura.
3. Um (a) escultor(a) escolherá o tipo de escultura que vai modelar no colega , enquanto o grupo fica na expectativa, até a obra ser concluída.Em seguida os participantes vão adivinhar de que trata a escultura feita.
4. Após, o escultor dirá qual a intenção de fazer esta escultura. Qual o nome? Onde colocaria esta escultura? Por quê? Como o autor se identifica com a obra feita? Quanto vale, ou não tem preço? Por quê?
5. Cada dupla de participantes se apresenta por sua vez.
6. O animador fará uma avaliação da apresentação, falando sobre a obra feita e sobre as atitudes de cada escultor, assinalando aspectos positivos como: a participação, a criatividade, valores como o respeito ao corpo do outro, harmonia, deixar-se modelar por Deus… para acontecer a amizade verdadeira…
7. Pode-se utilizar barro, para cada um se moldar e após dizer que qualidades Deus deu a cada um e a cada uma. Rezar, agradecendo a Deus do jeito que Ele nos fez. Ex: Obrigado, Senhor, pela vida. Obrigado, Senhor, pelos presentes recebidos como a inteligência, capacidade de escutar, de ver, de sentir amor….. Para refletir usar o texto bíblico de Lc 7, 11-17: Deus modela a vida.
8. Apresentar em forma de escultura personagens bíblicos.
9. Dar um texto bíblico a cada dupla. Ler o texto recebido. Ver alguma ação da personagem e apresentá-la. Cada dupla lerá o versículo que se baseou para fazer a escultura.

10. Textos: João Batista (Mt 3, 13-17); Jesus (Jo 13, 4); Paralitico de Betesda (Jo 5, 2-5); Maria, a mãe de Jesus (Jo 19, 25-27); Paulo e a sua conversão a Jesus (At, 9, 1-9); Filipe, o apóstolo de Jesus ( At 8, 26-31); O cego de nascença (Jo 9, 8-12). O que aprendemos desta escultura? O que precisamos fazer para moldar-nos, conforme as atitudes destes personagens, sobretudo de Jesus?

Ser moldado significa converter-se, isto é, melhorar de vida, assumindo novas atitudes, novos valores. O que tenho melhorado como filho(a), como catequizando, como estudante? Quais as dificuldades que tenho que me distanciam do Modelo Jesus? Quais as qualidades que tenho que mais me aproxima de Jesus e dos outros?


Ir. Marlene Bertoldi

deixe um comentário