A cruz

A cruz


Antônio chegou ao Paraíso e foi direto falar com São Pedro.
– São Pedro, a minha vida na Terra foi muito difícil. A minha cruz era muito grande e o fardo muito pesado.
Assim, seguiu reclamando de sua vida e dos problemas enfrentados.

São Pedro respondeu:
– Filho, a tua jornada na terra ainda não acabou. Terás que retornar, para cumprir o restante dos mandamentos do Senhor.

Antônio, espantado, falou: 
– São Pedro, achei que já estava diante do Paraíso. Tenho que voltar par cumprir mais tarefas? Carregar de novo a minha cruz tão pesada?
– Sim. Mas poderás entrar naquele quarto ali e escolher uma nova cruz para você voltar à Terra.

Assim que Antônio chegou ao quarto, viu as cruzes de todo mundo. Em todos os cantos eram milhares de cruzes de ferro, de pedra, de madeira, enfim, de todos os pesos, tipos e cores.
Antônio viu num cantinho do quarto uma cruz pequenina, feita de madeira leve e toda pintada. Uma beleza de cruz.

Antônio, muito esperto, pegou rapidamente a pequena cruz e disse a São Pedro.
– São Pedro, esta é a cruz que eu escolhi para voltar à Terra.

E São Pedro lhe respondeu.
– Meu filho, esta cruz que você escolheu é a cruz que você sempre carregou até hoje.


Autor Desconhecido / Livro Histórias que Ensinam

deixe um comentário