Acróstico do Catequista

Acróstico do Catequista


C   hamado para anunciar a tua Palavra. Ajuda-me, Senhor a viver em Ti para ser instrumento da tua paz, para o mundo de hoje.

A   companha-me com a tua luz, para que os catequizandos que a comunidade me confiou encontrem em mim um testemunho vivo, do Evangelho, também se for provado com o martírio.

T   oca o meu coração e torna transparente a minha vida para que, quando te anunciar, as minhas palavras, não soem falsas em meus lábios.

E   xercita sobre mim um fascínio tão potente que antes de lidar com os meus catequizandos, eu pense, como tu pensas, ame as pessoas, como tu as amas, entenda sua vida, como tu a entendes… 

Q   uero louvar a Deus toda vez que consigo trabalhar em comunhão com outros: catequistas, pais, lideranças, pároco… Que a tristeza invada meu coração toda vez que quero caminhar sozinho/a.

U   ma coisa me persegue: Tenho medo da minha pobreza de não ser testemunha, da pouca formação, da pouca alegria de servir… Dá-me, Senhor o conforto de ver meus catequizandos, seguindo teus passos, homem livre e amante da vida.

I   nfunda em mim uma grande paixão pela verdade e me impeça de falar o teu nome, antes de tê-lo refletido, aprofundado, até chegar ao mais profundo do meu ser.

S  alve-me da presunção de saber tudo, da falta de tolerância, de não saber perdoar as fraquezas dos outros, da hipocrisia que parece salvar, mas mata as pessoas.

Transporta-me do monte Tabor para a contemplação das planícies do empenho diário. Dá-me, Senhor, um olhar missionário que chegue facilmente ao coração de outras culturas.

A   colhe-me Maria, tua mãe. Dá-me, Senhor, a alegria de ajudar os meus catequizandos como ela cuidou de Ti e de João. Faz que eu possa encontrar força e coragem sentindo-me abraçado por ti. Amém.

deixe um comentário