Bíblia: escrita pelo povo e para o povo


Bíblia: escrita pelo povo e para o povo
Livro sagrado conta a experiência da ação divina entre os seres humanos


A Bíblia é uma maneira de como Deus se revela aos seres humanos. Ela nasce da experiência de salvação vivenciada pelo povo. Nela encontramos a forma como as pessoas conseguiram registrar os momentos especiais da ação de Deus em suas vidas e a vontade do Senhor para que elas vivam em paz, com harmonia, fraternidade, justiça e amor, entre si e com toda a criação. Ela é inspiração divina e escrita com palavras humanas. Assim ela chega ao dia a dia de nossas vidas, alertando e animando para que saibamos cumprir nossa missão em manter a vontade Dele.

A experiência da ação libertadora de Deus foi inicialmente vivida pelas pessoas da época e, depois, elas transmitiram oralmente o que presenciaram em suas vidas. Os fatos permaneceram vivos na
memória da comunidade e foram transmitidos por gerações. Muito tempo depois, para que a memória não fosse esquecida, foi preciso registrá-Ia por escrito. E assim, a memória popular foi difundida, a partir do povo e, para que todos também pudessem sentir a ação divina em suas vidas.

Em linguagem simples da época seus autores comunicaram o que entendiam sobre quem era o Senhor e como Ele agia para mostrar seu poder e salvação. A lembrança popular de Deus se traduziu
na forma como Ele mesmo se apresentou: EU SOU. Segundo frei Carlos Mesters, é uma forma de Deus dizer: “Eu sou quem sou”. O povo compreendeu que Deus está presente junto com ele, e, por isso, registrou o que Ele declarou: “Eu vi a opressão do meu povo no Egito, ouvi o grito de aflição diante dos opressores e tomei conhecimento de seus sofrimentos. Desci para libertá-Ios das mãos dos egípcios e fazê-I os sair desse país, para uma terra boa que mana leite e mel… ” (Ex 3,7-8). A ação de Deus não fica impassível diante do sofrimento dos seres humanos por Ele criados. Essa é a mensagem do Primeiro Testamento. Mas também no Segundo Testamento pessoas simples relataram como Deus realizou sua promessa do envio do Messias, a partir do anúncio a uma jovem de Nazaré e da primeira manifestação do menino Jesus aos pobres pastores na noite do seu nascimento. Os pequenos foram as testemunhas desse acontecimento que ficou gravado para sempre na história da humanidade.

O povo percebe o Senhor caminhando junto com ele, em sua história de dor e de luta, mas que também atua em favor de sua libertação. Na Bíblia encontramos o testemunho do povo para que o Deus dos oprimidos não fique desconhecido e esquecido. Ela registra a ação libertadora de Deus e sua presença, para que o povo não desanime em momentos difíceis e tenha a certeza que o Senhor caminha com ele. Animado e fortalecido pelo Espírito de Deus, o povo conseguiu entender que a vontade Dele é de igualdade e fraternidade, de justiça e paz, de amor e libertação a todos. Assim, a Bíblia precisa ser lida com o mesmo espírito que lhe deu origem.


Silvia Regina Nunes da Rosa Togneri
Mestre em Teologia e professora da FACASC

 

” Na Bíblia encontramos o testemunho do povo para que o Deus
dos oprimidos não fique desconhecido e esquecido.”