Biomas

BIOMAS


Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida
Falar desse tema é lembrar nossa terra querida
Trazer a Amazônia, Caatinga e o cerrado
A mata atlântica, o pampa e o pantanal um bem amado.

A Amazônia maior bioma do Brasil
Biodiversidade, rica em fauna e flora varonil
Indígenas presentes, ribeirinhos e posseiros
Quilombolas e também os seringueiros.

Traz desafios como os produtos pirateados
Desmatamento ilegal e desequilíbrio ambiental
Atividade da mineração e construção de hidrelétricas
Trabalho escravo e êxodo rural.

A Caatinga, mata clara e aberta
Principal bioma que o Nordeste nos empresta
Cactos de folhas fibrosas para água aos animais
Mesmo na terra seca a vida não se desfaz.


O juazeiro, árvore comum neste bioma
Pobre em nascente e em água permanente
Alterações devido a queimadas e desmatamentos
Mas há diversidades que ajudam no seu desenvolvimento.

A sabedoria popular ganha espaço na convivência
Inúmeras comunidades tradicionais marca a ciência
Mas o desmatamento acelera a degeneração
Fazendo aparecer a desertificação.

Bioma pobre em nascentes de rios
Mas o Rio São Francisco é uma marca desse chão
Trazendo vida a garantindo a água
                                                                   

E o Cerrado, segundo maior bioma da América do Sul
Árvores e arbustos embaixo do céu azul
É um bioma de clima tropical
A seca e a chuva é sua marca nacional.

O cerrado é o pai das águas, caixa d’agua do Brasil
Formando rios de grande porte no vazio
O Tocantins, o São Francisco e o Paraná
O Paraguai que nossa sede vai sempre saciar.

Os indígenas e os povos do cerrado
Criaram forma de sustentabilidade
Desenvolveram a agricultura familiar
Querem seus direitos garantidos na sociedade.

Tem exploração econômica e desordenada do agronegócio
Ameaçando a vida dos povos originários deste chão
O desmatamento em vista do potencial econômico
Causando nesta terra uma grande destruição.

A mata atlântica com cadeias de montanhas, vales e planícies
Sete bacias hidrográficas contendo água para 110 milhões de brasileiros
Lugar de belezas, riquezas de praias
Acolhendo o Brasil e também os estrangeiros.

Indígenas foram feitos soldados e escravizados
Temos agricultores, camponeses e ribeirinhos
Presente a consciência do não uso de agrotóxico
Protegendo a vida do povo e dos passarinhos

Construção de hidrelétricas e mineradoras
Gerando a destruição de ambientes e da floresta
Desapareceu o pau-brasil e aparece o deserto verde
Formado de eucaliptos e pinheiros, isso é o que nos resta.

Pantanal, uma das maiores extensões úmidas do planeta
É o patrimônio natural mundial
Tendo o peixe como fonte de renda
E um grande bem natural.

Povos indígenas de várias etnias
Muitas foram já extintas e algumas reduzidas
Migrando para as cidades
Buscando preservar a identidade.

Impactos ambientais, na agricultura e pecuária
Desmatamentos, queimadas e problemas agrários
O tráfico, a caça e a venda de animais
Garimpo contaminando os rios e do povo tirando a paz.

Plantações de soja e milho
Uso de biocidas e de fertilizantes
Pesca predatória e a caça ao jacaré
Diminuindo a vida que é tão importante.

Pampas, a região plana do Rio Grande do Sul
Abriga riquezas de fauna e flora mas há  espécies em extinção
Vento forte e vital para a configuração da paisagem
Aquífero guarani força de vida para a nação.

Os europeus jesuítas, foram os primeiros a chegar
Negros escravos na lavoura de trigo a trabalhar
O chimarrão, churrasco e a música
Cultura gaúcha como marca singular.

Expansão das monoculturas e pastagens
Criando relações capitalistas com patrões, capatazes e peões
Grande maioria de latifundiários
Plantações de eucaliptos, acácia e pinus, trazendo ao pampas imperfeições.

Este é o grito dos biomas que existem
Precisamos guardar e cultivar a criação
Humanizar as relações de cuidado
Celebrar a vida com toda a sua dimensão.


Ir. Leni Monfardini Lopes