Celebração da Família – Junho de 2014

Celebração da Família
Junho de 2014


Canto: Onde reina o amor, fraterno amor, Deus aí está.

Anim.: Vamos nos colocar na presença de Deus traçando sobre nós o sinal da nossa redenção.

Canto: Em nome do Pai…

Anim.: Caros catequistas, ao encerrarmos este encontro, levamos na bagagem conhecimento, alegrias, troca de experiências e a certeza de que a vivência do amor é essencial na vida cristã. Paulo na sua primeira carta aos coríntios mostra que o amor não é abstrato, mas tem ações concretas que promovem a vida em plenitude. Vamos rezar este texto cantando:

Canto:
1 – Ainda que eu fale, a língua dos homens, ainda que eu fale,   a língua dos anjos, serei como um bronze,  que soa em vão; se eu não tenho amor,  amor aos irmãos.

O amor é paciente, e tudo crê.

É compassivo, não tem rancor.

Não se alegra  co’a injustiça e com o mal.

Tudo suporta,  é dom total! 

2 – Ainda que eu tenha, vigor de profeta, e o dom da ciência, firmeza na fé. Ainda que eu possa, transpor as montanhas, se eu não tenho amor, de nada adianta. 

3 – Ainda que eu doe, meus bens para os pobres, que eu deixe meu corpo, em chamas arder; será como sonhos, será tudo em vão,  se eu não tenho amor, amor aos irmãos.

Anim.: Amai-vos uns aos outros, é a ordem que Jesus nos deu. A prática deste mandamento nos leva a viver com alegria e convicção todos os sacramentos.

Todos: Senhor, ensinai-nos a amar com a mesma intensidade com que nos amastes.

Anim.: Concluindo este momento, lembremos das nossas famílias, de onde procedemos, das famílias que catequizamos, local por excelência  da vivência do amor. Rezemos em dois coros a oração pela família feita por São João Paulo II.

Homens: Ó Deus, de quem procede toda a paternidade no céu e na terra. Pai, que és amor e vida, faze que cada família humana sobre a terra se converta, por meio de Teu Filho, Jesus Cristo, nascido de mulher e mediante o Espírito Santo, fonte da caridade divina, em verdadeiro santuário da vida e do amor para as gerações que sempre se renovam.

Mulheres: Faze que tua graça guie os pensamentos e as obras dos esposos para o bem de suas famílias e de todas as famílias do mundo. Faze que as jovens gerações encontrem na família apoio para sua humanidade e para seu crescimento na verdade e no amor.

Homens: Faze que o amor reafirmado pela graça do sacramento do matrimônio, se revele mais forte que qualquer debilidade, que qualquer crise, pelas quais às vezes passam nossas famílias.

Mulheres: Faze, finalmente, Te pedimos por intercessão da Sagrada Família de Nazaré, que a Igreja, em todas as nações da Terra, possa cumprir frutiferamente sua missão na família e por meio da família. Tu, que és a vida, a verdade e o amor, na unidade do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Canto:Que nenhuma família comece em qualquer de repente. Que nenhuma família termine por falta de amor. Que o casal seja um para o outro de corpo e de mente. E que nada no mundo separe um casal sonhador. Que nenhuma família se abrigue debaixo da ponte. Que ninguém interfira no lar e na vida dos dois. Que ninguém os obrigue a viver sem nenhum horizonte. Que eles vivam do ontem, no hoje e em função de um depois.

Que a família comece e termine sabendo onde vai. E que o homem carregue nos ombros a graça de um pai. Que a mulher seja um céu de ternura aconchego e calor. E que os filhos conheçam a força que brota do amor. Abençoa Senhor as famílias, amém! Abençoa Senhor, a minha também!

Que marido e mulher tenham força de amar sem medida. Que ninguém vá dormir sem pedir ou sem dar seu perdão. Que as crianças aprendam no colo o sentido da vida. Que a família celebre a partilha do abraço e do pão. Que marido e mulher não se traiam nem traiam seus filhos. Que o ciúme não mate a certeza do amor entre os dois. Que no seu firmamento a estrela que tem maior brilho. Seja a firme esperança de um céu aqui mesmo e depois.

deixe um comentário