Celebração de São João Batista

Celebração de São João Batista


“Eis que envio o meu mensageiro à tua frente; ele preparará o teu caminho diante de ti” (Ml, 3,1).

(Ambiente: Os participantes podem se dispor em torno de uma fogueira ou de uma mesa com símbolos das festas juninas. Se possível, uma imagem de São João Batista. Ainda pode-se colocar próximo uma vasilha com água, recordando a missão de batizar de São João). 

Motivador: O mês de junho é lembrado pelas festas de Santo Antônio (13 de junho), São João Batista (24 de junho) e São Pedro e São Paulo (29 de junho). Os santos são testemunhas que nos apontam para Deus, a quem serviram. São exemplos de vida de seguimento de Jesus, na radicalidade de sua entrega ao Senhor e aos homens. 

Leitor 1: Este mês das festas juninas, das bandeirinhas que as enfeitam, da fogueira, nos lembra o nascimento de São João Batista, primo de Jesus. Quando o anjo Gabriel diz a Maria que ela será a Mãe de Jesus, lembra também que Isabel está grávida de João, mesmo já sendo de idade avançada (Lc 1,36). 

Leitor 2: São João tem um lugar especial no projeto de Deus: anunciar Jesus Cristo, preparar os seus caminhos. Desde o encontro de Maria com Isabel, João exulta no ventre de sua mãe pela proximidade com Jesus Cristo, que estava no ventre de Maria. 

Canto: Antes de te formasses. 

Antes que te formasses dentro do seio de tua mãe Antes que tu nascesses, te conheci e te consagrei. Para ser meu profeta entre as nações eu te escolhi. Irás onde enviar-te e o que eu mando proclamarás. 

Tenho de gritar, tenho de arriscar, ai de mim se não o faço. Como escapar de ti, como calar, se tua voz arde em meu peito? 

Motivador: Celebrar a São João Batista é recordar uma vida doada ao projeto do Reino de Deus. 

Leitor 1: A Sagrada Escritura nos fala um pouco de João: Era filho de Isabel e Zacarias, dois velhos que receberam a graça de serem pais; quando adulto, viveu no deserto e pregou a penitência e a conversão; batizou Jesus no rio Jordão, no início da missão de Cristo; por fim, morreu decapitado, no banquete de Herodes, porque suas palavras verdadeiras incomodavam os que detinham o poder, pois levavam vida corrompida. 

Todos: “Na verdade vos digo que, entre os nascidos de mulher, não apareceu nenhum maior do que João, o Batista”. (Mt 11,11) 

Motivador: Que outras passagens bíblicas recordamos sobre São João Batista? (Dar tempo para que os participantes se expressem.) 

Canto de Aclamação à Palavra de Deus: Palavra de salvação. 

Palavra de salvação, somente o céu tem pra dar, por isso meu coração se abre para escutar 

Por mais difícil que seja seguir, tua palavra queremos ouvir Por mais difícil de se praticar, tua palavra queremos guardar 

Evangelho: Lc 1,57-66 

(Guardar um tempo de silêncio, para interiorizar o Evangelho.) 

Canto: Houve um homem enviado por Deus para ser testemunha da luz: 

João Batista, uma voz no deserto, anunciando o Messias Jesus. 

Motivador: Quando a língua de Zacarias se soltou, no nascimento de São João Batista, ele proclamou a glória de Deus e a missão do menino, que vinha para preparar o caminho para que a luz de Jesus atingisse a cada um de nós. Vamos rezar este cântico em dois lados: 

Lado A: Bendito o Senhor Deus de Israel que visitou e redimiu o seu povo, 

Lado B: e nos deu um Salvador poderoso na casa de David, seu servo, conforme prometeu pela boca dos seus santos, os profetas dos tempos antigos, 

Lado A: para nos libertar dos nossos inimigos, e das mãos daqueles que nos odeiam. 

Lado B: Para mostrar a sua misericórdia a favor dos nossos pais, recordando a sua sagrada aliança, 

Lado A: e o juramento que fizera a Abraão, nosso pai, que nos havia de conceder esta graça: 

Lado B: de O servirmos um dia, sem temor, livres das mãos dos nossos inimigos, em santidade e justiça, na sua presença, todos os dias da nossa vida. 

Lado A: E tu, menino, serás chamado profeta do Altíssimo, porque irás à sua frente a preparar os seus caminhos, para dar a conhecer ao seu povo a salvação pela remissão dos seus pecados, 

Lado B: graças ao coração misericordioso do nosso Deus, que das alturas nos visita como sol nascente, 

Lado A: para iluminar os que jazem nas trevas e na sombra da morte e dirigir os nossos passos no caminho da paz. 

Todos: Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Amém. 

Motivador: Que o exemplo de vida de São João Batista nos impulsione a viver como cristãos mais convictos de nossa missão no mundo. 

Todos: Queremos ser como João, preparando os caminhos de Deus no meio das pessoas. 

Leitor 2: Para que isso aconteça, não podemos fugir de nossa missão batismal: sermos sacerdotes, profetas e reis. 

Todos: Queremos ser profetas, como São João Batista, assumindo a atitude de diminuir para que Jesus apareça cada vez melhor em nossas vidas. 

Motivador: Nesta caminhada de fé, com a coragem para anunciar, que nosso Deus nos abençoe. Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém. 

Canto de encerramento: Viva João Batista 

Um dia, lá na Judéia / Um homem chamado João /: Clamava no deserto / Que era urgente a conversão. 

Viva João Batista! / Viva o precursor! /: Porque João Batista anunciou o Salvador. 

João denunciava os crimes a todos: / ao rei e ao plebeu /: Dizendo que o Messias traz justiça / ao Reino seu.


Paulo Stippe Schmitt / Estagiante na catequese 

deixe um comentário