Celebração Natalina 14

Celebração Natalina


Animador(a): Bem-vindos, irmãos e irmãs.

Queremos nos preparar para a vinda de Jesus.

Este tempo nos proporciona a assumir uma mudança de vida para melhor preparar a festa da celebração do mistério da Encarnação de Jesus. Deus se faz homem e vem habitar entre nós. Seremos iluminados e guiados pela Palavra de Deus.
Rezemos em dois grupos:

A – Ó Redentor do mundo, do eterno Pai gerado, já antes do universo, qual Filho bem amado.

B – Do Pai luz e esplendor, nossa esperança eterna, ouvi dos vossos servos, a prece humilde eterna.

A – Lembrai, autor da vida, nascido de Maria, que nossa forma humana tomastes neste dia.

B – A glória deste dia atesta um fato novo, que vós, do Pai descendo, salvastes vosso povo.

A – Saúdam vossa vinda, o céu, a terra, o mar, e todo ser que vive entoa o seu cantar.

B – E nós, por vosso sangue remidos como povo, vos celebramos hoje, cantando um canto novo.

Todos: A glória a vós, Jesus, nascido de Maria, com vosso Pai e o Espírito, louvores cada dia. 

Leitor(a) 1:  O Deus do Antigo Testamento era bondoso e escutava o clamor do povo, e exigia fidelidade e justiça.

T: Assim diz o Senhor: observem o direito e pratiquem a justiça, porque minha salvação está para chegar e a minha justiça vai se manifestar (Is 56, 1-2). 

L 2: Os profetas haviam anunciado um Salvador. Contudo, ninguém podia imaginar que o Pai nos enviasse seu próprio Filho para nos dar vida e salvação. 

T: Porque nasceu para nós um menino, um filho nos foi dado: sobre o seu manto está o manto real, e ele se chama “Conselheiro Maravilhoso”, Deus Forte, Principe da Paz” (Is 9,6). 

L 3:  Ao chegar a plenitude dos tempos, no reinado de Augusto, imperador romano, Jesus nasce da Virgem Maria, em Belém de Judá (Lc 2, 6). 

T: Pois Deus amou tanto o mundo que entregou o seu Filho único, a fim de que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna (Jo 3, 10). 

L 4: Desde então, Deus é nosso irmão, um homem de carne e osso, alguém da nossa raça que quis entrar no nosso meio, está entre nós e se chama Jesus, verdadeiro Deus e verdadeiro homem. 

T: “Não tenham medo! Eu anuncio para vocês a Boa Notícia, que será uma grande alegria para todo o povo. Hoje, na cidade de Davi, nasceu para vocês um Salvador, que é o Messias, o Senhor” (Lc 2, 10).

Canto: /:Natal é vida que nasce!/ Natal é Cristo que vem! Nós somos o seu presépio,/ e a nossa casa é Belém!/:  Deus se tornou nossa grande esperança./ E como criança no mundo nasceu./ Por isso vamos abrir nossa porta;/ a Cristo o que importa é conosco viver.
2. Ele assumiu nossa vida terrena,/ Ao céu nos acena com gestos de amor./ Veio a todos salvar igualmente./ Queria ser somente nosso Pastor. 

A: O Sentido do Natal somente aparece à luz da Fé. Jesus nasce na pobreza de Belém. Esta é a grande luz destes dias: Deus está conosco. 

(Utilizando quatro velas natalinas, representando as quatro semanas do advento, formar grupos que refletirão sobre: Como nos deixar iluminar pela luz de Cristo, sendo verdadeiros discípulos?)

(Deixar um tempo com a vela acesa e depois da reflexão colocá-la junto à imagem de Jesus menino.) 

A: Quando tanta escuridão se abate sobre nós, a estrela de Belém ilumina a nossa vida: somente em Jesus encontraremos sentido para a nossa vida e força para construir um mundo melhor.

Rezemos para que neste Natal assumamos o compromisso de sermos mais discípulos e missionários de Jesus Cristo.

L 1: Que a celebração do Natal nos ajude a re-nascer para uma vida mais humana. Que sejamos pessoas justas, solidárias, cheias de ternura e indignadas contra toda e qualquer injustiça. Rezemos:

T: Vinde, Senhor, ficai conosco!

L 2: Jesus, Filho do Altíssimo, anunciado por Gabriel à Virgem Maria, vinde morar para sempre conosco e trazei a paz e a esperança para nossas famílias. Rezemos:

T: Vinde, Senhor, ficai conosco!

L 3: Por todas as pessoas que lutam pela preservação da natureza e o bem-estar de toda a população. Rezemos:

T: Vinde, Senhor, ficai conosco!

L 4: Para que, a exemplo de Jesus, saibamos acolher todas as pessoas, não importando a cor da pele, a cultura, a situação econômica ou religião. Rezemos:

T: Vinde, Senhor, ficai conosco!

L 5: Por todas as mães e mulheres grávidas para que acolham seus filhos como preciosos presentes de Deus. Rezemos:

T: Vinde, Senhor, ficai conosco!

L 6: Para que aprendamos cada vez mais que o nosso Deus é, antes de tudo, o Deus da Vida, do Amor e da Paz. Rezemos:

T: Vinde, Senhor, ficai conosco!

L 7: Para que o Natal, deste ano, nos encontre de coração aberto para acolher o Menino Jesus, que virá bater à nossa porta, e para que saibamos reconhecê-lo especialmente nos pobres, nos pequenos e nos “diferentes”. Rezemos:

T: Vinde, Senhor, ficai conosco! 

A: Juntos, vamos expressar sincera gratidão a Jesus, nosso Salvador rezando: 

T: Ó divino Salvador! Visita nossa terra e ocupa entre nós o digno lugar que te pertence.

Com tua encantadora presença, acalma nossa correria

e concede-nos contemplar, para além deste teu pequeno ser, a tua divindade.

Ó adorável Filho de Deus!

Vem novamente saciar-nos com o pão da palavra e a lição da partilha.

Devolve a paz aos corações aflitos, e dos lábios indecisos faze brotar canções de esperança.

Vem, Senhor Jesus!

Reúne nossos braços em solidário abraço aos irmãos e irmãs de todas as raças.

Transfigura nosso mundo e permanece com teu povo para sempre.

Amém. 

A: O Senhor nos abençoe e nos guarde. Ele nos mostre sua face e se compadeça de nós. Dirija para nós o seu olhar e nos dê a sua Paz.

(Abraços de Feliz Natal) 

Canto: 1. O tempo vai passando sutilmente, de repente a gente lembra que o Natal já vai chegar. É preciso parar, é preciso lembrar que Cristo veio para nos salvar.

2. A praça apareceu iluminada, na calçada o povo pensa que em pacotes compra a paz. Só de Deus vem a paz, é só Ele quem traz felicidade para todos nós.

3. O meu Natal seria uma prece, se eu pudesse em alegria todo pranto transformar. Ele veio salvar, todo o pranto enxugar, tornou-se gente para humanizar.

deixe um comentário