Chuva e Fertilidade

Chuva e Fertilidade


Cada fase da histA?ria tem marcas bem precisas. As coisas mudam, mas a natureza continua, mesmo tomando formas diferentes, provocadas pela aAi??A?o das pessoas. No passado houve momentos, ora de muita chuva, ora de muita seca. Mas nos A?ltimos tempos a seca tem sido frequente, influenciando profundamente na fertilidade da terra, causando a desertificaAi??A?o.

Ai?? da terra que as pessoas tiram seu sustento. O dom da fertilidade pertence ao Criador, que fez tudo na devida ordem. No entanto, cuidamos de forma desordenada, e atAi?? desonesta, da natureza produtiva, desviando sua finalidade. Basta ver que quase nA?o existe mais a economia familiar! Tudo vai se transformando em trabalho de monocultura e de agronegA?cio.

A forma como a terra tem sido usada vem causando profundas consequA?ncias para a natureza. A fauna e a flora jA? nA?o sA?o mais como no passado, e tudo estA? ficando diferente. Nem a chuva acontece nos tempos normais, porque a natureza tem sido agredida. No dizer do papa Francisco, estamos na eminA?ncia de ai???grandes catA?strofes localizadasai???, e jA? estA?o acontecendo.

A cultura economicista, prA?tica usada nos A?ltimos tempos, nA?o tem sido generosa para com a natureza. Isto estA? muito claro na atuaAi??A?o dos setores da mineraAi??A?o, da atividade imobiliA?ria e na agropecuA?ria. O agronegA?cio tem seu lado positivo na economia do paAi??s, mas causa muita destruiAi??A?o, acabando por destruir o ser humano, a ecologia humana.

Sabemos da potencialidade da natureza, de sua capacidade impressionante de recuperaAi??A?o, mas isso tem que ser favorecido pela atividade do ser humano, evitando prA?ticas agressivas contra ela. Nunca Ai?? tarde para mudar as coisas, mas tem que acontecer antes que seja tarde demais. A natureza nunca perdoa os erros cometidos contra ela e reage na proporAi??A?o de seu sofrimento.

Sofremos as consequA?ncias da falta de chuva, que vem dificultando a fertilidade da terra, privando muitos trabalhadores de conseguir o necessA?rio para sua sobrevivA?ncia. NA?o Ai?? impossAi??vel mudar as prA?ticas e transformar a ai???casa comumai??? num ambiente saudA?vel e em condiAi??A?o de vida digna para todas as pessoas.


Dom Paulo Mendes Peixoto /Ai??Arcebispo de Uberaba.

deixe um comentário