Dinâmica da Campanha da Fraternidade – 2013

Dinâmica da Campanha da Fraternidade – 2013

Fraternidade e Juventude 


1 – Ler os casos abaixo, em grupo (cada grupo recebe um caso). 

2 – Discutir, nos grupos, e responder as perguntas, após fazer uma partilha comum.  

Casos:

1) Maria vive atordoada com o ritmo de vida: sai cedo, estuda, almoça um lanche, corre para o trabalho e faz curso de informática, à noite. Como podemos ajudar Maria a ser mais feliz? 

2) Pedro tem 17 anos e Joana tem 14 anos. Resolveram namorar e ficar juntos. Joana engravidou e deixou de estudar. Agora deixa a criança com a mãe e está procurando um emprego. Como podemos ajudar Pedro e Joana a assumirem suas responsabilidades? 

3) Marcos vive o dia inteiro na internet. Seu facebook tem mil amigos, mas na verdade não tem nenhum para bater um papo de tu a tu.

Que conselhos poderíamos dar a Marcos para encontrar verdadeiros amigos, para ir a uma balada, para ajuda-lo nos estudos? 

4) Marina vive anestesiada, alienada. Na verdade, sonha ir ao shopping comprar, comprar. Sua mãe não sabe o que fazer com tantos sapatos, roupas… Ela pensa que felicidade pode-se comprar.

O que diríamos a Marina para ela acordar e dar maior valor à vida? 

5) A família de Neimar é composta de pai, mãe , um irmão e uma irmã.

Cada um tem sua TV no quarto. Na verdade é uma família que apenas mora junto. Neimar vive isolado, mas mesmo assim, é bom filho.

Que conselhos poderíamos dar a esta família para haver diálogo, partilha das alegrias, dores…? 

6) Henrique vive numa favela. Seus pais não tem condições para comprar um computador, portanto é um excluído do mundo midiático.

Como ajudar a muitos jovens que são excluídos do mundo digital? 

7) Luiza está frequentando a catequese. Mente para a mãe que vai se encontrar com a catequista, mas não vai. Tem mais faltas do que frequência, mas quer assumir o sacramento da crisma.

O que diríamos à Luiza, para buscar alternativas diante de sua irresponsabilidade? 

8) Na escola Madre Teresa existe um grupo de jovens que desenvolvem várias atividades coletivas, ajudados pelos pais. Vejamos que grupos formaram: grupo de cuidados com a natureza, grupo de lazer com crianças carentes, grupos rapper, grupo de teatro, grupos artísticos, grupos pelas redes sociais voltados para a comunidade.

A que grupo você gostaria de participar? Quem seria beneficiado? Por que o grupo é importante para os jovens e adolescentes? 

9) João era um menino estudioso. Porém um dia se ajuntou a um grupo de traficantes e ganhava dinheiro para ser olheiro. Mas também começou a consumir crak. Deixou de estudar, perambulava pelas ruas, roubando para poder consumir a droga.

Que sugestão você daria aos nossos governantes para acabar com as drogas? 

10) João frequenta o ensino médio. É um jovem consciente e preocupado com outros jovens que são irresponsáveis, sem nenhuma perspectiva de futuro.

Vamos colaborar com João a buscar meios para ajudar estes jovens. Como? 


 

(Texto extraído do subsídio Fraternidade e Juventude – Campanha da Fraternidade 2013, Irmã Marlene Bertoldi).

deixe um comentário