Em Tudo

EM TUDO


“Em tudo amar e servir”

Em tudo contemplar-te
porque em tudo alentas
interior e última energia
onde tudo consiste,
em tudo descobrir-te
perfurando a casca
bela ou destroçada
de tudo o que vive,

Em tudo anunciar-te
próximo e inédito
venturoso futuro
surgido do abismo,
Em tudo sofrer-te
solidário nas perdas
que amputam a toda criatura
perfurando seu peito,

Em tudo amar-te
Deus íntimo e universal
no abraço que enternece
e na comunhão cósmica,

Em tudo servir-te
trabalhando a convergência
em ti,
certa e impossível,
de tudo o que existe.


Benjamin González Buelta SJ