Gato ou Cachorro?

Gato ou Cachorro?


O gato Ai?? um animal que eu gosto muito. TambAi??mAi??Ai??gostoAi??de cachorros. Mas nA?o existe bicho mais estranho que o gato .

AlAi??m de muito preguiAi??oso, ele parece nA?o se importar muito com o seuAi??dono. Se analisarmos um pouco mais as atitudes de um gato, descobriremos que eles gostam mesmo Ai?? da casa onde moram e nA?o estA?o nem aAi?? para as pessoas que moram nela.

Os gatos agem com indiferenAi??a. Experimentar dar uma broncaAi?? num deles e teremos a comprovaAi??A?o de sua auto-suficiA?ncia: ele simplesmente sai de mansinho com um jeito assoberbado de ser.

O gato age como se nA?o estivesse nem aAi?? para o mundo. Ai?? individualista ao extremo e parece nunca olhar alAi??m do seu prA?prio umbigo. O que importa para ele Ai?? conforto e a comodidade que estA? ao seu alcance.

Para conseguir um carinho de alguAi??m ele Ai?? tA?o inteligente e esperto queAi?? vai chegando, chegando, chegando, como quem nA?o quer nada, se fazendo de bobo e quando menos se espera, ele jA? estA? no colo recebendo afagos.

VocA? jA? viu um gato fazer alguma festa ou demonstrar alegria quando o dono chega em casa? Eu nunca vi, aliA?s, eleAi??nA?o faz nem questA?o de ser incomodado.

Gatos, definitivamente, nA?o servem para fazer seguranAi??a de lugar algum. Se estiver dormindo, ele Ai?? capaz de abrir apenas um olho para verificar se alguAi??m chegou e nA?o faz nenhum esforAi??o para se ouvir algum barulho estranho na casa.

O gato Ai?? um bicho inteligente, esperto, cheio de artimanhas e com uma habilidade fora do comum, mas nA?o mexe uma palha para ajudar a Ai??quem quer que seja. Se alguAi??m estiver numa situaAi??A?o de apuros, nA?o espere pela sua ajuda, pois ele vai lhe deixar na mA?o.

Sobra inteligA?ncia ao gato, porAi??m, falta-lhe motivaAi??A?o.

JA? o cachorro Ai?? diferente, estA? sempre motivado, ativo, aceso, alegre. Morre pelo seu dono se for preciso. EstA? sempre pronto para defender os interesses das pessoas que ele maisAi??gosta.

NA?o tem tempo ruimAi?? para oAi??cachorro. FaAi??a chuva ou faAi??a sol ele estA? sempre disposto.

Os cA?es possuem uma enorme capacidade de perdA?o. Experimente brigar com ele. Em poucos segundos, ele jA? terA? feito as pazes com vocA? e estarA? pulando nas suas pernas.

O cachorro protege uma casa como ninguAi??m. Ao contrA?rio do gato, ele gosta Ai?? das pessoas e nA?o A?nica e exclusivamente da casa.

Os cachorros tA?m a incrAi??vel capacidade de identificar quando o seu dono estA? prA?ximo, mesmo que ele esteja a quarteirAi??es de distA?ncia. Reconhece o barulho do motor do carro ou, atAi?? mesmo, identifica os seusAi??passos na calAi??ada.

Mesmo amarrado, na corrente ou confinado em algum lugar do pA?tio, ele Ai?? sempre um bicho motivado. Pula, brinca, quer escapar das amarras eAi?? buscar a liberdade. Mas ele nA?o quer ser livre apenas para ser livre, para si, mas para aproveitar melhor as pessoas com as quais ele convive e conhece.

Ta explicado porque dizem que os gatos tA?m sete vidas: eles nA?o fazem nada pelos outros.

Na nossa vida de catequistas, nos enquadramos com o comportamento de qual animal,Ai??o gato ou o cachorro?

O catequista com atitudes deAi?? ai???gatoai??? Ai?? bem visto perante os outros. PorAi??m, suas aAi??Ai??es nunca visam o bem comum. Como sA? tem olhos para si e visa somente o seu bem-estar, acaba se isolando. O resultado final do seu trabalho Ai?? sempre muito inexpressivo.

O catequista com atitudes de ai???cachorroai??? Ai?? sempre motivado e se mostraAi?? disposto a ajudar o seu dono e ao seu prA?ximoAi??. Nas adversidades, encontra forAi??as para continuar sua luta e mesmo com a corrente no pescoAi??o (regras, leis, estrutura emperrada que Ai??s vezes muitas comunidades possuem), nA?o desiste de ser motivado e guerreiro. Tem uma grande capacidade de perdoar e sempre estarA? disposto a acolher as pessoas sejam elas ricas, pobres, mal humoradas ou alegres.

O catequista com atitude ai???gatoai??? sA? pensa em si e nA?o procura crescer com os outros. NA?o acolhe, nA?o sorri, nA?o se interessa pela vida em grupo, Ai?? assoberbado e indiferente.

O catequista com atitude ai???cachorroai??? dA? sua vida se for necessA?rio, para que as pessoas que ele ama possam sobreviver a qualquer tipo de situaAi??A?o estressante ou de perigo.

O catequista ai???gatoai??? Ai?? somente um ser inteligente, sabe para si e usa os seus dons somente paraAi??vantagens pessoais.

O catequista ai???cachorroai??? se esforAi??a para aprender e nA?o tem preguiAi??a para assimilar e digerirAi??novas liAi??Ai??es.

Somos gatos ou cachorros nas nossas comunidades?

Acolhemos com um sorriso ou com indiferenAi??a?

Pensamos no grupo ou somente em nA?s mesmos?

Perdoamos ou guardamos mA?goas?

Somos humildes para aprender ou achamos que jA? sabemos de tudo?

Damos a nossa vida pelo nosso semelhante ou somos os primeiros a cair fora na hora da provaAi??A?o?

Reconhecemos os passos do nosso dono a quilA?metros de distA?ncia ou nos fingimos de cegos e surdos?

Gatos ou cachorros?

Que bicho somos na nossa atividade pastoral?

————————————————————————————————————–

Assisti, recentemente, uma palestra de Daniel Godri, um palestrante magnAi??fico. Godri profere palestras sobre desenvolvimento de talentos em todo o Brasil. Ele Ai?? natural de Curitiba-PR e preside o Instituto Brasileiro de Marketing e Vendas e autor de diversos livros ligados Ai?? motivaAi??A?o pessoal, espiritualidade nas empresas, criatividade nos negA?cios e gestA?o de pessoas.

Na palestra que assisti chamou-me a atenAi??A?o quando ele utilizou o exemplo do gato e do cachorro para exemplificar as diferenAi??as entre pessoas inteligentes e motivadas. Na opiniA?o de Daniel Godri ai???os motivados tA?m mais chances de vencer na vidaai???. Com inteligA?ncia, mas sem motivaAi??A?o, estamos fadados ao fracasso profissional.

Achei interessante fazer uma relaAi??A?o com a catequese.

Catequese sem motivaAi??A?o Ai?? burrice.

deixe um comentário