Leitura Orante do Pai Nosso

Leitura Orante do Pai Nosso


Leitura orante do texto de Lucas (11, 1-13) 

“Quando orardes, dizei: Pai Nosso “
Preparação do ambiente: Pão, estampa de Jesus rezando, situações da realidade de fome, partilha, faixas com as súplicas do Pai Nosso 1- Pai Nosso que estais no céu. 2- Santificado seja o vosso nome. 3- Venha a nós o vosso reino. 4- Seja feita a vossa vontade assim na terra como no céu. 5- O pão nosso de cada dia nos daí hoje. 6- Perdoai as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido. E não nos deixeis cair em tentação, mas, livrai-nos do mal. Amém.

Motivação inicial:

  •  Observar o cenário, silenciar diante dos símbolos, refletir … ; (depois partilhar)
  • Rezar de mãos dadas, ao redor dos símbolos, o Pai Nosso. 
  • Desde quando, como, com quem aprendi a rezar o Pai Nosso? (partilhar em duplas)

Introdução: Entrada com a Bíblia, Vela acesa, pão …

Canto: Refrão: Pai Nosso que estais no céu, Pai nosso que estais aqui.

INFORMAÇÕES SOBRE O TEXTO, SITUANDO-O NO SEU CONTEXTO
Neste encontro, vamos fazer a Leitura Orante do texto de Lc 11,1-13. Para aprofundar a Palavra de Deus, sentir seu sabor e sua força e nos deixar transformar por ela, vamos realizar estes passos: Leitura do texto-meditação – Oração – contemplação – e assumir um compromisso.

LEITURA DO TEXTO: Lc 11,1-13
– Ler, reler, e recordar do texto

  • Convidar o grupo a retomar o texto em silêncio.
  • Quem quiser, pode repetir frases que mais chamou sua atenção. 
  • Recordar juntos todo o texto, fazendo uma memória: do Pai 

Nosso (os pedidos); da história do amigo que bate na porta para pedir pão; a comparação que Jesus faz entre o Pai do céu e os pais da terra e daquilo que Jesus fala sobre a perseverança na oração. 

Animador/a: O capítulo 11, 1-13 é um verdadeiro catecismo de oração.

Pode ser dividido em três partes:

Leitor 1: A oração da comunidade cristã – Pai Nosso.

Todos: O Pai Nosso é a oração ensinada por Jesus, para os cristãos de todos os tempos.

Leitor 2: Jesus pede que sejamos perseverantes na oração.

Todos: Todo aquele que pede recebe; quem procura encontra, disse Jesus.

Leitor 3: A oração de confiança.

Todos: O Pai do céu sabe do que vocês necessitam, disse Jesus (Mt 6, … ).

MEDITAÇÃO: refletir a Palavra e trazê-Ia para a vida. O que este texto fala para mim, para nós, hoje na Oração do Pai Nosso?

Leitor 1: Na Oração do Pai nosso, Jesus nos fala que Deus é nosso Pai.

Todos: Um Pai bondoso que se preocupa com seus filhos, vai ao encontro, acolhe e abraça.

Leitor 2: Que nos empenhemos na construção do Reino de Deus.

Todos: No mundo onde esperamos que Deus reine, tudo será diferente: haverá justiça, paz, igualdade e fratemidade.

Leitor 3: Que façamos a vontade de Deus.

Todos: A vontade de Deus é que haja entre nós solidariedade e todos vivam com dignidade.  

Leitor 4: Que todos tenham o pão de cada dia.

Todos: Para isso, precisamos nos libertar da ganância e aprender a partilhar.

Leitor 5: Que saibamos perdoar as ofensas dos outros, como Deus nos perdoa.

Todos: O perdão nos ajuda a viver unidos na família, com os amigos, na escola, na catequese.

Leitor 1: Que Deus não nos deixe cair em tentação e nos livre do mal.

Todos: Com a ajuda de Deus, podemos lutar para acabar com muitos males: a injustiça, o ódio, egoísmo, a ganância, a desonestidade, a inveja, a violência e a falta de respeito aos colegas.

Animador/a: Jesus vivia em íntima relação com o Pai, marcada por frequentes momentos de oração. O jeito de Jesus rezar tocou seus discípulos/as, a ponto deles desejarem rezar como seu Mestre. Por isso, lhe pedem: “Senhor, ensina-nos a rezar”. Jesus nos ensina a rezar, chamando Deus de Pai, numa atitude de total confiança.

Todos: Senhor, ensina-nos a rezar, como ensinaste a teus discípulos.

Leitor 2: O fato dos discípulos pedir que Jesus ensinasse a rezar, mostra que a oração faz parte do ensinamento e da aprendizagem dos discípulos, como faz parte da nossa catequese, aprender a rezar. Então, peçamos:

Leitor 3: Jesus nos ensina a confiar em Deus, como um filho confia em seu pai. Se um pai só dá coisas boas a seus filhos, quanto mais o Pai do céu.

Cantar o refrão: Pai Nosso que estais no céu. Pai nosso que estais aqui (bis).

Animador/a: No Pai Nosso, Jesus nos ensina a apresentar a Deus não só nossas preocupações pessoais, mas rezar, também, pela humanidade toda e pela comunidade.
– E nós, como rezamos? Por quem rezamos? Lembramos de rezar pelos amigos, pelas pessoas que sofrem, que não têm pão, casa ( acrescentar outras) Tempo para pensar e partilhar. 
ORAÇÃO – O que vou dizer a Deus’ (criar um ambiente de silêncio na sala ou talvez, ir para a capela lateral da Igreja…) 

Todos: Senhor Jesus, obrigada que nos revelaste que Deus é nosso Pai, que escuta e acolhe a nossa oração, como um pai bondoso, escuta e atende o pedido de seus filhos e filhas.
 
Animador/a: Cada um é convidado a apresentar a Deus, nosso Pai de ternura e bondade, a sua oração, com muita fé e confiança.
a) Num primeiro momento, vamos conversar espontaneamente com ele, como um filho, uma filha, fala com seu pai, com sua mãe, ou com seu padrinho, madrinha, …. (um tempo de silêncio, com uma música bem baixa de fundo).

b) Escrever uma prece ou oração a Deus, onde apareçam algumas destas palavras: Pai, pão, perdão, nome, reino, amigo, porta, filho, confiança.
c) Concluir rezando a oração do Pai Nosso. Cada um rezará um pedido, em sequência. Ou rezar o Pai Nosso de todos os dias

CONTEMPLAÇÃO – Imaginar e desenhar uma das cenas vistas no texto:

  • Jesus rezando junto com seus discípulos.
  • Uma pessoa batendo na porta do amigo, para pedir pão. 
  • A frase de Jesus: Pedi e recebereis, procurai e achareis, batei e a porta vos será aberta. 

COMPROMISSO: Rezar o Pai Nosso antes de deitar ou antes da refeição, com sua família. 


Ir. Tereza Nascimento
Ir. Marlene Bertoldi

deixe um comentário