O que A� Cativar?

O QUE A� CATIVAR?
o encontro do pequeno prA�ncipe com a raposa


Foi entA?o que apareceu a raposa:A�

– Vem brincar comigo – propA?s o principezinho. – Estou muito triste.
– Eu nA?o posso brincar contigo – disse a raposa. – NA?o me cativaram ainda.
– Que quer dizer “cativar”?
– Tu nA?o A�s daqui – disse a raposa – Que procuras?
– Procuro os homens – disse o principezinho. – Que quer dizer “cativar”?
– A� uma coisa esquecida – disse a raposa. – Significa “criar laA�os”…
– Criar laA�os?
– Exatamente – disse a raposa. – Tu nA?o A�s para mim senA?o um garotoA�inteiramente igual a cem mil outros garotos. E eu nA?o tenho necessidade de ti. EA�tu nA?o tens tambA�m de mim. NA?o passo a teus olhos de uma raposa igual a cemA�mil outras raposas. Mas, se tu me cativas, nA?s teremos necessidade um do outro.

SerA?s para mim A?nico no mundo. E eu serei para ti A?nico no mundo….
A raposa calou-se e considerou por muito tempo o prA�ncipe:
– Por favor … cativa-me! – disse ela.
– Bem quisera – disse o principezinho, mas nA?o tenho muito tempo…
– A gente sA? conhece bem as coisas que cativou – disse a raposa. Os homensA�nA?o tA?m mais tempo de conhecer coisa alguma. – Adeus disse a raposa. – Eis oA�meu segredo. A� muito simples: sA? se vA? bem com o coraA�A?o. O essencial A� invisA�velA�para os olhos.

(AdaptaA�A?o do trecho da obra O pequeno prA�ncipe, de Antoine de Saint-Exupery).

A catequese precisa ser oportunidade de encontro
das pessoas com Deus e das pessoas entre si, por isso A� preciso criar laA�os afetivos e efetivos.
A�


Antoine de Saint Exupery

deixe um comentário