Oração dos Salmos em nossa Vida para Celebração

Oração dos Salmos em nossa Vida  para Celebração
Rezamos com Jesus


Animador: Que alegria nos encontrarmos, mais uma vez, para refletir a palavra de Deus e fortalecer a nossa caminhada. Vamos invocar a Santíssima Trindade cantando:

Em nome do Pai

Leitor 1- A figura de Jesus como mestre é ressaltada pelos evangelistas. É o catequista por excelência, que faz ecoar a Boa Nova do Reino. Jesus ensina a rezar a partir da intimidade com o Pai, e reza os salmos que o povo rezava.

Todos: O Senhor é meu pastor, nada me faltará (Sl 23).

Animador: Voltados para o corredor central, vamos acolher a Palavra em nosso meio cantando.

Canto: Envia tua Palavra, Palavra de Salvação.
Que vem trazer esperança, aos pobres libertação.  
1. Tua Palavra de vida é como a chuva que cai,
Que torna o solo fecundo e faz nascer a semente;
É água viva da fonte, que faz florir o deserto.
É uma luz no horizonte, é novo caminho aberto.    

2. Ela nos vem no silêncio, no coração de quem crê,
No coração dos humildes, que vivem por teu poder.
Aos fracos ela dá força, aos pobres sabedoria,
E se tornou nossa carne; nasceu da Virgem Maria.

Leitor 2: Leitura do Evangelho de Mateus 7,24-29

Leitor 3: O recado de Jesus é bem claro: a nossa vida deve ser construída sobre alicerces sólidos. Esses alicerces são as Palavras de Jesus, seus ensinamentos e seu exemplo.

Animador: Vamos interiorizar esta Palavra, respondendo em silêncio as perguntas: (Deixar um tempo para refletir em cada pergunta.)

1 – O que o texto está dizendo?

2 – O que o texto diz para mim, para nós?

3 – O que o texto me faz dizer a Deus?

4 – Deus me ama. Como posso perceber este amor a partir do texto?

5 – O que a Palavra me leva a fazer?

(Espaço de silêncio)

Todos: Tua palavra é lâmpada para os meus pés e luz para o meu caminho. (Sl 119).

Leitor 4 – Jesus chegava rapidamente ao coração das coisas, tocando nas questões essenciais. Falava simplesmente a partir das experiências diárias, mostrando a fisionomia de Deus em cada situação, desde a mais corriqueira da vida.

Todos: Celebrem o Senhor, porque ele é bom, porque eterno é seu amor (Sl 118).

Leitor 5: Vivia e ensinava uma espiritualidade do cotidiano. Recorria às situações da vida para mostrar a história amorosa de Deus a ser reescrita a cada instante na caminhada do povo. Era o pedagogo da oração.

Todos: Bendito seja o Senhor, a cada dia! Ele nos sustenta! Ele é nosso Deus e Salvador (Sl 68).

Lado A: Os momentos de oração de Jesus com seus discípulos eram marcados pelo espírito de amizade, de amor e de profunda intimidade com o Pai.

Todos: O Senhor manifesta seu amor, e concede-nos a sua salvação (Sl 85).

Lado B: Jesus rezava frequentemente com seu grupo de amigos e fiéis seguidores e os incentivava à oração constante, sem desanimar.

Todos: O Senhor manifesta seu amor, e concede-nos a sua salvação (Sl 85).

Lado A: A oração de Jesus era engajada: Não alienava, abria os olhos dos discípulos para realidade dura do povo e movia ao engajamento em favor da dignidade humana.

Todos: O Senhor manifesta seu amor, e concede-nos a sua salvação (Sl 85).

Lado B: Jesus não admitia uma oração, que não levasse ao compromisso com a vida e ao engajamento da pessoa na construção de um mundo melhor.

Todos: O Senhor manifesta seu amor, e concede-nos a sua salvação (Sl 85).

Canto: Reveste-me Senhor

Reveste-me Senhor, com tua graça
Eu quero meu irmão servir melhor.
Que o teu espírito em mim se faça,
Que eu possa caminhar no teu amor.

Reveste-me, Senhor.
Reveste-me, Senhor.
Reveste-me Senhor com teu amor.

Que eu busque em minha vida santidade.
No exemplo de Jesus, a inspiração,
Na fé e na esperança e caridade,
Fazendo acontecer libertação.

Animador: Jesus também, rezou os salmos, como o povo de sua época. Invocava a Javé em suas lutas, alegrias, esperanças e incertezas.

Vamos rezar o salmo 100:

Todos: Exaltem com alegria Javé, nosso Deus.

Lado A: Terra inteira, aclame a Javé!

Lado B: Sirva a Javé com alegria, vá até ele com gritos de alegria!

Lado A: Reconheça que só Javé é Deus: ele nos fez e a ele pertencemos; somos o seu povo, a ovelha do seu rebanho.

Lado B: Entrem por suas portas com ação de graças, em seus átrios com orações, celebrem e bendigam o seu nome.

Lado A: Porque Javé é bom: sua bondade é para sempre, e sua fidelidade de geração em geração.

Lado B: Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo.

Lado A: Como era no princípio, agora e sempre. Amém

Todos: Exaltem com alegria Javé, nosso Deus.

Animador: Quando os discípulos lhe pediram: “Senhor, ensina-nos a rezar” (Lc 11,1), Jesus lhes deu muito mais que uma fórmula de oração. Ofereceu-lhes um roteiro de vida, que integrava o Amor do Pai e o amor aos irmãos, e dispunha o coração do homem e da mulher ao compromisso com o Reino em todas as suas dimensões e exigências. Vamos rezar juntos a oração do Pai Nosso, meditando cada palavra proferida com um novo ardor.

PAI NOSSO…

CANTO:Pelos prados e campinas verdejantes eu vou,

É o Senhor que me leva a descansar.
Junto às fontes de águas puras repousantes eu vou,

Minhas forças o Senhor vai animar.

Tu és, Senhor, o meu pastor,

Por isso nada em minha vida faltará.
Tu és, Senhor, o meu pastor,

Por isso nada em minha vida faltará.


logo_catequese_header_menor

deixe um comentário