Os dez mandamentos para uma convivência harmoniosa

Os dez mandamentos
para uma convivência harmoniosa


1 – Use seu poder de empatia. Coloque-se sempre no lugar do outro para poder entendê-Io melhor. Tente entender seus sentimentos e sentir como se fosse ele, com o temperamento dele.

2 – Nunca ponha o dedo na ferida. É muita covardia utilizar as fragilidades do outro para tentar magoá-Io. 

3 – Nunca leve os problemas para o lado pessoal. 

4 – Procure não encontrar um culpado para o problema.

5 – Procure mudar comportamentos e não sentimentos. É mais fácil fazê-lo tratar bem alguém (comportamento) do que fazê-to gostar desse alguém (sentimento). 

6 – Tenha uma relação alteritária. Pela relação alteritária é possível exercer a cidadania e estabelecer uma relação pacífica e construtiva com os diferentes, na medida em que se identifique, entenda e aprenda com o contrário.

7 – Use o diálogo freqüentemente. Procure dizer o que você pensa, com sinceridade.

8 – Elogie sempre seu companheiro. Faça do elogio uma prática, mas não elogie sem motivos, pois o elogio falso não surte efeito.

9 – Promova o diálogo afetivo. Carinho, abraço, afagos, sorrisos, olhares (verdadeiros) .

10 – Aprenda a dizer não. Concordar com tudo e perceber depois que estam os tendo que fazer algo completamente contrário à nossa vontade pode gerar conflitos de conseqüências emocionais muito danosas.


Mario Francisco Guimarães (Franco) Guanambi – BA

deixe um comentário