Os sete Verbos do Serviço

Os Sete Verbos do Serviço


Nas frases abaixo, cada verbo identifica uma ação de Jesus. Ele faz o que diz e ensina aos discípulos daquele tempo e a nós hoje, para que sigamos seu exemplo. São gestos de serviço, marcados pela humildade de um Deus que se abaixa para servir a seu povo. Vamos acompanhar os passos que Jesus, o Filho de Deus, fez antes da ceia: 

s1

1. Levanta-se da mesa
Imaginemos a surpresa dos discípulos ao verem Jesus, seu mestre, levantar-se no meio da ceia pascal, num momento tão solene, para lavar-Ihes os pés. Mas, nocoração deles, há profunda paz e a certeza do amor do mestre.  

icone1
Para pensar:

Só podemos servir, saindo do nosso comodismo. O gesto de levantar-se, deixa claro que algo deve ser feito, para que as coisas mudem. É necessário que nos levantemos de nossa preguiça interior, que nos impede de ir ao encontro dos outros para ajudá-los. Com seu gesto, Jesus questiona nossa insensibilidade e nos motiva a ir ao encontro daqueles que precisam de nossa atenção e do nosso serviço na família, na comunidade, na escola. 

s2

2) Tira o manto

A roupa expressa, de certo modo, a identidade e dignidade da pessoa. Ao tirar o manto, num gesto de humildade, Jesus despiu-se de qualquer função que poderia colocá-lo em situação superior aos outros. Aqui, ele se revela como um amigo e servidor de seus discípulos, como um coração que procura outros corações.


icone1Para pensar:

O Manto manifesta poder. Precisamos de um despojamento interior e exterior, para poder servir com alegria.
• Que gestos e atitudes de humildade e serviço Jesus nos pede?
• O que podemos fazer para ser os primeiros que servem na família e na comunidade?

s3
3) Pega a toalha

Era comum, numa festa judaica, ter à disposição a toalha e a água, uma vez que as pessoas comiam com as mãos. Mas a atitude de Jesus chamou a atenção dos discípulos. Imaginem a cara de espanto dos discípulos, ver o mestre tomar a toalha, para fazer o serviço de um servo ou escravo da família. 

É fácil fazer belos discursos sobre o serviço. Difícil é aproximar-se e dispor-se, com alegria, a servir os doentes, idosos, moradores de rua, crianças abandonadas, famílias que passam fome. Para isso, é necessário sair do bem estar, do comodismo, deixar-se tocar pelos sentimentos de amor, compaixão e ver no outro a pessoa de Jesus.



icone1Para pensar:

Lembrar uma situação onde servimos alguém que precisava do nosso amor e da nossa ajuda. Partilhar. 

s4

4. Amarra a toalha na cintura 

Os discípulos estavam acostumados a ver Jesus indo ao encontro dos excluídos: doentes, deficientes, pobres, mulheres, jovens, crianças, gente sem esperança, para recuperar a sua dignidade e reintegrá-Ios na convivência social. 


icone1Para pensar:

Há pessoas humildes, silenciosas, que servem com amor. Basta olhar para tantas pessoas que, usando o avental, se desdobram para que a comida fique gostosa. Trabalham sem reclamar e exigir, mas por puro amor, na gratuidade, sem esperar recompensa.
O gesto de Jesus nos ensina que não é o poder, a riqueza ou a fama que nos trazem a felicidade. É feliz quem assume a atitude de quem se põe a serviço dos irmãos e irmãs.
Que gestos concretos, no símbolo de amarrar um avental em nós, podemos fazer hoje na família, na escola, com amigos, com pessoas deficientes, na rua, no ônibus…

s5

5. Derrama a Água na bacia  

Com o gesto de derramar água na bacia, Jesus quer ensinar uma nova maneira de viver o imandamento do amor. Numa atitude de humildade, Jesus se ajoelha, inaugurando uma nova relação entre Deus e as pessoas. Jesus se derrama por inteiro, se faz próximo, quer estar presente no meio de nós, se faz alimento.  

icone1

 

Para pensar: 

Não é possível amar, colocando-se longe do outro. É preciso derramar nosso amor, para que o coração das pessoas seja renovado, para que elas recuperem o ânimo e a esperança, diante de tantas dores e sofrimentos. Olhando para quem está do nosso lado, vamos derramar nosso amor: dar um abraço um no outro e pedir desculpas por alguma falha. 

s6

6. Põe-se a lavar os pés dos discípulos

Neste gesto, Jesus se coloca numa atitude de servo que se faz próximo, tocando  os pés empoeirados, cheios de calos, pelas andanças dos discípulos. O lava-pés causa um impacto tão grande nos seus amigos, que esta atitude jamais vai ser esquecida. Ensina que entre seus discípulos o maior é o que se faz menor e aquele que manda é o que mais serve os outros.  

icone1

Para pensar: 

Olhando para a nossa sociedade, vemos que o desejo de poder, cargo, riqueza para dominar os outros, está muito presente no coração das pessoas. Como mudar esta situação, olhando para a prática de Jesus?
• Jesus diz: “Eu, que sou o mestre e senhor, lavei os pés de vocês.Assim, vocês devem lavar os pés uns dos outros”. 

O que significa lavar os pés na nossa família, na escola, na comunidade de fé, na catequese, nos momentos de lazer, no uso da internet? 

s7

7. Enxuga os pés dos discípulos com a toalha 

A prática de Jesus é coerente com seu ensinamento: “Quem quiser ser o primeiro deve ser o servo de todos” (Mt 20,27). 

Lavar e enxugar os pés deve ter causado estranheza, mas, ao mesmo tempo, emocionado os discípulos, homens não acostumados a gestos de delicadeza. Com esta atitude, Jesus educa seus amigos a não assumir gestos autossuficientes, isto é, não se colocar acima de ninguém, nem usar expressões como estas: eu sei tudo, eu faço tudo, decido tudo, coordeno sozinho, quem manda aqui sou eu. 


icone1Para pensar:
 

Na comunidade, na família, somos convidados a enxugar as lágrimas de idosos, doentes, depressivos, desanimados, de crianças tristes, pobres e abandonadas, de pessoas sem carinho, afeto, companhia, etc.
Enxugar significa fazer todas as coisas bem feitas, um serviço completo.
Somos inclinados não a enxugar os pés dos outros, mas exigir que outros estejam a nosso serviço.
Que gestos há em minha família, na escola, comunidade, catequese, que se caracterizam como atitude de enxugar os pés?  

Alguns gestos práticos e possíveis: 

  • Preparar uma comida para uma pessoa idosa ou doente
  • Perdoar a implicância de alguém.
  • Defender alguém que foi insultado, injustiçado ou maltratado.
  • Ajudar uma pessoa deficiente que necessita de auxílio. Outras. Continuar …. 


“Tudo vale a pena, quando a alma não é pequena”
(Fernando Pessoa)


1. Usar os cartões que ilustram cada frase do lava pés, formando 7 grupos. Cada grupo irá apresentar em forma de teatro, mímica ou em forma de símbolo, o jeito de colocar em prática, hoje, a sua frase. 

2. Fazer um acróstico com os 7 verbos: levantar – tirar – pegar – arnarrar – derramar – lavar – enxugar
Formar palavras ou frases curtas. Exemplo:

LEVANTAR
Ler  a Bíblia
Escutar o colega 
Valorizar a família 
Alegrar uma pessoa doente
Nunca desanimar 
Tolerar quem ofendeu
Amar como Jesus amou
Rezar pela paz no mundo


deixe um comentário