Plantamos e Regamos

Plantamos e Regamos


 


De vez em quando ajuda-nos recuar um passo e ver de longe.

O Reino não está apenas além dos nossos esforços,

Está também para além das nossas visões.

Na nossa vida, conseguimos cumprir apenas uma pequena parte

daquele maravilhoso empreendimento que é a obra de Deus.

Nada daquilo que fazemos está completo.

Isto quer dizer que o Reino está mais além de nós mesmos.

Nenhuma afirmação diz tudo o que se pode dizer.

Nenhuma oração exprime completamente a fé.

Nenhum credo contém a perfeição.

Nenhuma visita pastoral traz consigo todas as soluções.

Nenhum programa cumpre plenamente a missão da Igreja.

Nenhuma meta ou objetivo atinge a dimensão completa.

Disto se trata:

plantamos sementes que um dia nascerão.

Regamos sementes já plantadas,

sabendo que outros guardarão.

Pomos as bases de algo que se devolverá.

Pomos o fermento que multiplicará as nossas capacidades.

Não podemos fazer tudo,

mas dá uma sensação de liberdade iniciá-lo.

Dá-nos a força de fazer qualquer coisa e fazê-la bem.

Pode ficar incompleto, mas é um início, o passo dum caminho.

Uma oportunidade para que a graça de Deus entre

e faça o resto.

Pode acontecer que nunca vejamos a sua perfeição,

mas esta é a diferença entre o mestre de obras e o trabalhador.

Somos trabalhadores, não mestres de obras,

servidores, não messias.

Somos profetas de um futuro que não nos pertence. ­­


Beato Oscar Romero