Que é itinerário?

QUE É ITINERÁRIO?
Estabelecer um “caminho” é fundamental para que a catequese seja fecunda


Mais um ano na caminhada. Recomeçar e propor um itinerário de vida. No decorrer deste ano, esse espaço vai oferecer aos leitores temas referentes à iniciação à vida cristã conforme tempos litúrgicos, especialmente na quaresma, na páscoa e no tempo da mistagogia (iniciação aos mistérios da fé), do caminho, da perseverança, do aprofundar, do ser cristão como testemunho de vida.

As reflexões que seguem nos próximos meses propõem um itinerário catequético, ou seja, um caminho de aprofundamentos, celebrações, compromissos que o cristão percorre na vida.

Em 1982 o documento n° 26 da CNBB dizia: “Catequese Renovada, conteúdos e orientações” e insistia na “catequese como fazer ecoar a Palavra de Deus na vida e na comunidade”. Chamava
a atenção para um “itinerário da comunidade catequizanda e catequizadora”.

O documento 107 da CNBB, “Iniciação à Vida Cristã”, ensina: “A partir do segundo século, a Igreja estruturou um processo para iniciação de novos membros a uma nova identidade, como cristãos inseridos na comunidade eclesial, prontos a celebrar a fé e assumir a missão. Sua finalidade era possibilitar, por meio de um itinerário específico, a iniciação de pessoas adultas que tinham manifestado o desejo de assumir a fé da Igreja” (42). E continua: “Nesse itinerário de acolhida do mistério de Deus, a pessoa precisa ser iniciada, por meio de experiências que a toquem profundamente e a impulsionem à sua conversão” (79). “Iniciar” é um processo mais profundo e existencial do que” ensinar”.

Qual o seu itinerário de vida cristã? Como você propõe um itinerário para seus catequizandos?


Dom Juventino Kestering
Diocese de Rondonópolis – Guiratinga (Cuiabá/MT)