Somos convidados a sermos instrumentos de paz

Somos convidados a sermos instrumentos
de paz, 
como reza São Francisco.


 

Somos convidados a sermos instrumentos de paz, como reza São Francisco.

Passos:

1. Rezar a oração de São Francisco. A cada frase repetir: Senhor, fazei-me um instrumento de vossa paz.

 

Senhor, fazei de mim um instrumento da vossa paz.

Onde houver ódio, que eu leve o amor.
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão.
Onde houver discórdia, que eu leve a união.
Onde houver dúvidas, que eu leve a fé.
Onde houver erro, que eu leve a verdade.
Onde houver desespero, que eu leve a esperança.
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria.
Onde houver trevas, que eu leve a luz.

Ó Mestre, fazei que eu procure mais:
consolar, que ser consolado;
compreender, que ser compreendido;
amar, que ser amado.
Pois é dando que se recebe.
É perdoando que se é perdoado.
E é morrendo que se vive para a vida eterna.

Amém.

 

2. Desenhar: O que esta oração nos comunica de atitudes de paz. Ex: amor, perdão, fé.

 

3. Dividir os participantes em dois grupos. Cada grupo criará um painel em um grande papelógrafo, tendo por base a oração de São Francisco.

Completar três espaços:

SOMOS A FAVOR de …. (Ex.: paz)

SOMOS CONTRA … (Ex.: ódio)

SOMOS CAPAZES de … (Ex.: construir a paz).

 

4. Conversar sobre a construção do painel e apresentá-lo a outros grupos (ex.: CPC, Pastoral Familiar, Pastoral da Pessoa Idosa e outros).

 

5. Cantar a oração de São Francisco.


Irmã Marlene Bertoldi, iic